itziarmoreno

[Internacional] Itziar está acusada de ser a promotora dum plante denunciando a escassa higiene do centro e o mau trato desproporcionado que recebem as presas. Também enviaram um comunicado assinado por mais de 40 internas exigindo melhoras nas condiçons das companheiras grávidas.

As presas políticas do módulo de mulheres de Fresnes, Ekhiñe Eizagirre e Iratxe Sorzabal forçaram a sua entrada na cela de castigo de forma voluntária em solidariedade com Itziar, onde passarom do dous ao oito de Maio. E cinco companheiros do módulo de homens, os presos políticos bascos Saul Curto, Ugaitz Errazkin, Xabier Goienetxe, Oier Ibarguren e Enrique López começarom o passado nove de Maio umha greve de fame indefinida exigindo que a situaçom de Moreno se restabeleça fora do castigo, onde continua confinada numha cela de isolamento desde o passado dia 2 de Maio.

Também na prisom de Osny, quatro presos bascos começarom a coordenar protestos solidários, jejuns e envios de cartas.

Entretanto nas ruas de Euskal Herria sucedem-se concentraçons de apoio e denúncia. Esta é já a terceira semana em greve de fame. E a situaçom de Itziar ainda nom se reestabeleceu.

Da Galiza queremos enviar também o nosso berro de apoio, respeito dos dereitos e liberdade! A luita é o único caminho!