110276-crumpled-paper-icon-social-media-logos-rss-cube

Respondendo à demanda da delegaçom de Adega em Lugo, publicamos a informaçom que sobre o juízo contra 12 filiad@s da associaçom ambientalista se realizará esta quarta-feira 19 de Outubro às 11:00 da manhá em Mondonhedo. O processo judicial em que estám envolvid@s @s activistas julgados é o resultado da denúncia apresentada polo proprietário de Acuinor, S. L., Ramón Álvarez-Cascos Paredes. A acusaçom contra @s doze processad@s é ter paralisado as obras destinadas à construçom dumha factoria de engorde de polvo e rodavalho em Rinlo (Ribadéu). O projecto empresarial que está no centro do conflito trata de instalar-se numha parcela de 42.000 metros quadrados situada no Local de Interesse Comunitário (LIC) d´As Catedrais, um lugar paisagística e ambientalmente emblemático da Marinha e definido como LIC polo especial interesse da sua protecçom ambiental. A construçom da planta de aquicultura afectaria gravemente a área, como já tem ocorrido em Cabo Tourinhám e Cabo Vilám com outros projectos de fábricas de peixe. Aliás, segundo Adega, outros hábitats anexos seriam também gravemente agredidos polo projecto de Ramón Álvarez-Cascos Paredes. O processo judicial celebrará-se o dia 19 no Julgado de Instruiçom e Primeira Instáncia de Mondonhedo. Adega convoca concentraçom de solidariedade frente o edifício judicial a partir das 11:00 da manhá, chamando a umha participaçom maciça de apoio aos processados e processadas e denunciando a tentativa de agredir por enésima vez um espaço natural catalogado dentro da “Rede Natura”. Da associaçom ambientalista facilitam os telefones 639.664924, 982.240299 e 981.570099 para qualquer informaçom sobre a questom. De Ceivar queremos denunciar o carácter paradoxal do presente processo repressivo, porquanto as pessoas submetidas a juízo apenas se dispugérom a exercer o direito de todo galego e galega a defender a sua Terra e, inclusivamente, a protecçom do contorno das Catedrais está avalizada legalmente nesta ocasiom polas próprias normativas da UE. Chamamos a solidarizar-se activamente com @s repressaliad@s de Adega e a nom ceder na defesa da Marinha, sejam quais forem as resoluçons da Justiça espanhola ao respeito. Pode-se consultar informaçom detalhada sobre o projecto desenhado por Álvarez-Cascos Paredes no sítio web de Adega http://www.adegagaliza.org/varios/rinlo/rede_nat.htm
 
Teimudamente Alçadas!
teimudamente_alzadas
Manual de Segurança para Ativistas
manual_segurana_2015
O Teito é de Pedra
mostra_capa
Lei de Segurança Cidadá
LSC_2014web
Endereços d@s Pres@s

1 920422340620189774

raul_web

maria2014_web

edu_web

teto_web

Atópanos nas redes sociais



feisbuk

banner_numero_conta_2014