Poetarras_EDIIMA20151028_0911_18A ridiculez impom-se umha vez mais na realidade. Desta volta, as juventudes do PP, Nuevas Generaciones, emitiam umha denúncia contra Galiza Nova,  porque durante um festejo das mocidades do BNG atuou um grupo “pro-etarra” (sic) em Ponte-Vedra. O grupo musical em questom som os “Poetarras”, três moços que tomando de fundo musical cançons populares, mudam as letras para criticar com retranca as políticas da Xunta contra o nosso País.

Neste contexto Nuevas Generaciones formula a exigência de que o responsável de Galiza Nova dea explicaçons sobre como se financiou o concerto e por que tocou um grupo “pro-etarra” (sic) num espaço público. Quizáis Nuevas Generaciones, após meio ano que se publicara o tema, esteja resentido com umha das cançons de “Poetarras” que alude diretamente a Feijóo.

Nom obstante o ridículo nom pode ser maior e incluso as brincadeiras estám a extender-se na imprensa do Estado. Nuevas Generaciones engadiu um “r” ao nome da composiçom musical para assim justificar que eram “pro-etarras”. Este é mais um intento à desesperada das juventudes do PP de criminalizar a cultura alternativa da Galiza e de pretender que todas/os as/os artistas toquem na sua onda; no espanholismo e no machismo.