la insurgencaA audiência nacional vem de condenar a dous anos e um dia de prisom, 4800€ de multa e 9 anos de inabilitaçom absoluta para cada um/a, @s doze rapeir@s de "La Insurgencia". A acusaçom fiscal baseaba- se em "incitar INDIRECTAMENTE a cometer actos violentos".

"Podemos ir à cadeia polas nossas cançons. Já estamos mans à obra para redactar o recurso ao Supremo. Seguiremos recorrendo mentras poidamos porque isto é muito grave", di Saul, integrante da Insurgência.

O Tribunal Europeio de Direitos Humanos estableceu numha sentência que essas incitaçons devem ser directas, porém a AN vem de emitir várias sentências passando por alto isto.

"Os feitos falam por si sós, fai um mês entrou na cadeia o primeiro twitteiro no estado espanhol, detrás imos músicos jornalistas, ativistas por fazer pintadas... Esta-se demostrando que a repressom ataca a qualquer setor popular que discrepe aínda que sexa minimamente co sistema. Se seguimos assim vai haver mais gente dentro que fora".

Nisso se basea a repressom, nom só em atacar directamente às pessoas mais involucradas na luita, também em "salpicar" a quem está arredor. Provocar medo, que a gente cale e que nom se mova umha palha. Que aqui nom se pode falar já vem de velho, que pensar é um delito também. Porém nós continuamos a berrar, e quando venham por esta ou polas demais alá estaremos ao seu lado.

Assim é como se lhe ganha a repressom, tecendo solidariedade, cóvado a cóvado, mão com mão.