ceivar

Em estes momentos estám a realizar-se registros nas casas de tres pessoas, umha em Vilamarim, outra em Vila Boa e mais umha em Compostela. Parece ser que as detençons estám ligadas ao recebemento de Antom Santos no passado mês de Maio. Ao aparecer o motivo do rapto legal das nossas companheiras seria sob acusaçom de “apologia do terrorismo” por celebrarmos a bem-vinda do nosso amigo Antom.

O regime espanhol nom perde oportunidade para monstrar o seu talante fascista, apenas um dia depois de conhecermos que a Audiência Nacional prorroga mais 18 meses o processo contra Causa Galiza, sem mais sustento que a defesa política do independentismo como alternativa. E após, também na jornada de ontem, vivermos umha razzia contra o centro social Escárnio e Maldizer, com ocupaçom policial, identificaçons e ver como ao longo do dia forom levando gente. Hoje outra volta de porca.

Mas a solidariedade nom se sequestra, e ainda medra frente os ataques. Talvez nos entramados do Ministério de Interior e nos Tribunais de excepçom nunca saberám o que é isto.

Para as nossas companheiras, generosas e ativas no soporte de outras, temos hoje os braços abertos cara elas, abraços e um aplauso de orgulho. Temos também os punhos e a raiva para denunciar a quem defendem a infámia, a injustiza e a miséria.

Frente a repressom, solidariedade imparável!

Liberdade detidas!

Em breves informaremos das convocatórias para denunciar este novo abuso nas ruas,