No dia 5 de Dezembro de há cinco anos, ingressavam em prisom Maria, Antom, Teto e Eduardo, depois de passarem tres dias os dous primeiros, e cinco dias os dous últimos, em dependências da polícia nacional em Madrid. Foram detidas numha operaçom contra o independentismo galego, junto com outras duas pessoas que depois ficaram em liberdade.

Durante estes cinco anos estiverom em distintas prisons, e agora encontram-se Maria e Antom em Mansilla de las Mulas (León), coincidindo na mesma cadeia desde Maio de este ano. Eduardo em Ocaña (Toledo), classificado em primeiro grao e cumplindo no módulo de isolamento. E Teto em Villanubla (Valladolid), no módulo de isolamento, no qual está completamente só desde meiados do mês de Outubro.

Queremos lembrar-vos hoje, como sempre, é umha boa escusa para enviar umhas postal ou umha carta e achegar apoio, afecto e força.

Cinco anos sem elas, cinco anos com elas!

A nossa solidariedade é imparável!