lasjdfolA continuaçom fazemo-nos eco da informaçom chegada até o Organismo Popular Anti-repressivo CEIVAR em relaçom ao acontecido a passada quarta feira em Ferrol antes do encontro entre o o R.C. Ferrol e o R.C. Celta de Vigo.

Siareiros do Celta fôrom intercetados pola Policía Nacional quando se dirigiam ao estádio de Ferrol. Ums metros antes de chegar ao campo de futebol umha grileira atravessou-se no caminho dos siareiros a quem obrigárom, entre insultos e ameaças, a colocar-se contra umha parede. Mais polícias continuárom chegando até reunir-se um total de doze carros policiais.

Olhando cara a parede e com os braços em alto, aos siareiros foi-lhes solicitada a documentaçom namentres continuavam os maus modos. Sete dos siareiros deixaram as carteiras com os correspondentes bilhetes de identidade nos carros particulares que estavam aparcados a menos de cem metros mas nom lhes permitírom ir na sua procura para poder dar a documentaçom requerida. Nesse momento às sete pessoas comunicouse-lhes que iam leva-las à comissaria para proceder à sua identificaçom. Embora havia carros suficientes para o deslocamento dos sete indocumentados dumha única vez, só se empregou um carro policial polo que o traslado demorou muito tempo namentres os forçavam a permanecer numha postura muito incómoda.

Umha vez em comissaria fôrom registrados e, umha vez mais, o papel que certificava a sua identificaçom demorou umha hora mais. O resto de siareiros que nom foram conduzidos à comissaria, estivérom duas horas mais com os braços em alto contra a parede.

Quando os siareiros que estivérom na comissaria voltárom à rua, fôrom advertidos de que a Polícia Nacional registrara todos os carros dos identificados, incluindo um no que o seu propietário nom estava presente mas que, por erro, deixara-o sem fechar com a chave.

Quando o propietário do carro se dirigiu a comprovar o acontecido atopou-se com todas as suas pertenças revoltas, nas carteiras o bilhete de identidade movido de lugar e o roubo do dinheiro com o que contavam, tanto ele como os seus acompanhantes.

Finalmente os siareiros do Celta fôrom obrigados a abandonar a cidade sendo escoltados por dous carros policiais até vários quilómetros pola autoestrada.