18Tal e como publicamos em entradas anteriores umha brigada de Askapena procedente de Euskal Herria estivo na Galiza durante dez dias para conhecer a realidade do nosso País em muitas das suas dimensons. Entre as reunions, encontros e atos nos que participárom também se conta a sua presença na VIII ediçom da Cadeia Humana pola Liberdade das/os Presas/os Independentistas Galegas/os que tivo lugar o passado 24 de Julho. Após concluir este ato, a brigada deixou para o Organismo Popular Anti-repressivo CEIVAR as seguintes palavras:

“Participamos como brigada de Askapena na VIII Cadeia Humana pola Liberdade das/os Presas/os Independentistas Galegas/os. Fizémo-lo com espíritu internacionalista para levar a nossa aperta solidária às/aos companheiras/os que se vírom privadas/os de liberdade com a única acusaçom de pretender umha Galiza livre, socialista e feminsita. A elas/es, exemplo de luita, como brigada de Askapena queremos abraça-las/los e desejar-lhes que voltem aginha para as suas casas com as suas famílias e amizades.

Em particular queremos transmitir o nosso agarimo para com as famílias das/os presas/os que sofrem as consequências da dispersom, sabemos bem o que é o sufrimento que provoca esta política penitenciária.

Finalmente convidamos e animamos a toda a militáncia a luitar polo fim da dispersom. Igualmente queremos parabenizar ao movimento independentista galego pola volta a casa de Heitor Naia Gil, absolto de todas as acusaçons.

Ongi etorri, Koala!
Preso galegoak etxera!            
Que voltem para a casa!”