fotonoticia_20140701161158_644Após a denúncia emitida polo Organismo Popular Anti-repressivo CEIVAR sobre os maus tratos que funcionários da prisom de Dueñas assestárom contra o preso independentista galego, Antom Santos, várias entidades galegas alçárom a sua voz contra umha política que teria que estar desterrada de qualquer ámbito. A nossa denúncia somárom-se o Observatório para a Defensa dos Direitos e Liberdades EsCULcA e agora também o faz a europarlamentária Lidia Senra.

O passado 10 de Junho a eurodeputada polo grupo GUE/NGL, apresentou umha pergunta ante a Comissom Europeia instando a este organismo para que investigue o acontecido na prisom palentina onde se atopa preso independentista Antom Santos e que se saldou com umha malheira e com a sua posta em isolamento.

Lidia Senra inqueriu à Comissom se esta praxe foi “vulneradora de direitos e dos princípios para a proteçom de todas as pessoas sujeitas a qualquer forma de detençom ou prisom, adotados pola Assembleia Geral das Naçons Unidas na sua Resoluçom 43/173, de 9 de Dezembro de 1998”.

Desde o Organismo Popular Anti-repressivo CEIVAR saudamos esta nova iniciativa que nom se trata mais que da defesa dos Direitos Humanos dum cidadam galego e reclamamos aos demais grupos políticos e sociais a continuar na denúncia da sua vulneraçom assim como de proseguir no eido da solidariedade.