110276-crumpled-paper-icon-social-media-logos-rss-cube

Efectivos da Polícia Local corunhesa de que é responsável político o alcalde Javier Losada identificárom ontem os nomes, apelidos e bilhetes de identidade duns quinze sindicalistas concentrados perante o Paço Municipal para exigir a revisom das condiçons laborais e salariais d@s trabalhador@s do Concelho. Trata-se da primeira ocasiom em que, desde 1 de Fevereiro em que se iniciárom as concentraçons, o corpo repressivo local procede a esta prática. Segundo o presidente da junta de pessoal funcionário, membro do ‘amarelo’ CSIF e também polícia local, Manuel Aceña, o governo municipal “dou instruçons aos agentes do 092” para a identificaçom dos sindicalistas. A intervençom policial produz-se após os delegados sindicais apuparem Francisco Vázquez na recepçom institucional que rematava a sua permanência como alcalde à frente da cidade herculina. As pessoas identificadas pertencem a CIG, CCOO e CSIF. Surpresivamente, Aceña, que criticara em 2005 a vigiláncia policial permanente da bandeira de Espanha instalada no Orçám, declarou que do governo local pretende-se “intimidar” e “presionar” para desactivar os protestos laborais. “Surpreende-me que o executivo local chegara a por custódia policial aos delegados sindicais quando entramos no Paço Municipal para dirigir-nos aos nossos escritórios”, declarou. Manuel Tizón, porta-voz da CIG na mesa de negociaçom, afirma que “o governo municipal nunca tivo intençom de negociar” e define as reunions dos últimos meses como “um paripé” destinado a que Vázquez abandonasse a alcaldia sem conflitividade.
 
Teimudamente Alçadas!
teimudamente_alzadas
Manual de Segurança para Ativistas
manual_segurana_2015
O Teito é de Pedra
mostra_capa
Lei de Segurança Cidadá
LSC_2014web
Endereços d@s Pres@s

raul_web

edu_web

teto_web

Atópanos nas redes sociais



feisbuk

banner_numero_conta_2014