110276-crumpled-paper-icon-social-media-logos-rss-cube

Como já se informou anteriormente, segue a haver graves problemas no centro penitenciário de Monte Roso. À carência de calefacçom denunciada semanas atrás, une-se agora o lixo, amoreiado nalguns módulos em quantidades enormes de até 100 toneladas. Estes som alguns dos factos que figuram numha denúncia apresentada por um grupo de reclusos latinoamericanos perante a fiscalia de Lugo, por mediaçom da CNT o passado dia 16 de Fevereiro. Aliás, no escrito fai-se referência às duas últimas mortes, devidas segundo essa fonte à falta de auxílio médico e ao intenso frio existente nas celas. Segundo a denúncia cursada, o serviço médico é em extremo deficiente nom havendo exames médicos correctos e fazendo-se os diagnósticos de jeito superficial. A acumulaçom de lixo provoca a proliferaçom de insectos, temendo os reclusos a apariçom de brochos infecciosos na prisom. É precisso lembrar que na prissom de Monte Roso há 435 pessoas privadas de liberdade, e que no que vai de ano levam morto alí cinco reclusos em condiçons pouco claras.
 
Teimudamente Alçadas!
teimudamente_alzadas
Manual de Segurança para Ativistas
manual_segurana_2015
O Teito é de Pedra
mostra_capa
Lei de Segurança Cidadá
LSC_2014web
Endereços d@s Pres@s

raul_web

edu_web

teto_web

Atópanos nas redes sociais



feisbuk

banner_numero_conta_2014